100+ Vagas de Desenvolvedor de Microsserviços para brasileiros

Conquiste Vagas de Desenvolvedor de Microsserviços e trabalhe de casa para as principais empresas de software dos EUA. Na Turing, estamos procurando por desenvolvedores talentosos interessados em oportunidades de trabalho remoto onde criarão e desenvolverão microsserviços e APIs usando Node.js, Spring Boot, etc., para clientes internacionais. Aqui está a sua chance de impulsionar sua carreira trabalhando com as melhores empresas do Vale do Silício do conforto da sua casa e ganhando em dólar.

Confira os melhores empregos para Fevereiro de 2024aqui

Encontre o emprego perfeito com centenas de parceiros da Turing.

Descrição do trabalho

Responsabilidades

  • Criar, desenvolver e configurar sistemas de software de microsserviços
  • Manter especificações técnicas e funcionais detalhadas
  • Trabalhar com stakeholders de diferentes projetos para entregar as soluções requisitadas
  • Ser o responsável por atividades como a concepção de serviços, a construção de códigos complexos, etc.

Requisitos mínimos

  • Bacharelado ou Mestrado em Ciências da Computação, Ciência de Dados, Tecnologia da Informação ou curso equivalente
  • Mais de 3 anos de experiência em um campo relevante (com raras exceções para desenvolvedores muito talentosos)
  • Grande entendimento sobre arquitetura de microsserviços
  • Experiência com linguagens de programação funcionais (JavaScript, Haskell, etc.)
  • Conhecimento prático de frameworks de CI/CD
  • Experiência prática com bancos de dados NoSQL como o Cassandra
  • Conhecimento básico das melhores práticas de DevOps

Habilidades desejadas

  • Experiência com ferramentas e fluxos de trabalho como Git, GitHub, Jenkins, etc.
  • Familiaridade com abordagens de design voltadas a domínios específicos
  • Experiência com orquestração Docker e ferramentas de provisionamento automatizado
  • Experiência trabalhando com Kubernetes, Docker e Apache Kafka
  • Fluência em inglês e boas capacidades de colaboração

Interessado neste trabalho online?

Inscreva-se na Turing hoje

Inscreva-se agora

Por que você deveria se juntar à Turing?

Empregos de alto nível nos EUA

1Empregos de alto nível nos EUA

Os desenvolvedores da Turing ganham mais do que o salário médio do mercado na maioria dos países, trabalhando com grandes empresas americanas.
Crescimento profissional

2Crescimento profissional

Cresça rapidamente trabalhando com problemas técnicos e de negócios desafiadores e relacionados às mais recentes tecnologias.
Suporte ao Desenvolvedor

3Suporte ao Desenvolvedor

Após o match, aproveite o suporte ao desenvolvedor 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Desenvolvedores Turing

Leia as avaliações da Turing.com feitas por desenvolvedores de todo o mundo e saiba como é trabalhar para as melhores empresas dos EUA.
4.5DE 5
com base nas avaliações dos desenvolvedores em janeiro de 2024
Veja todas as avaliações

Como se tornar um desenvolvedor da Turing?

Trabalhe com as melhores empresas de software em apenas 4 passos fáceis
  1. Crie seu perfil

    Preencha seus dados básicos: nome, endereço, habilidades, salário e experiência.

  2. Realize nossos testes e entrevista

    Resolva os testes e realize uma entrevista técnica.

  3. Receba ofertas de trabalho

    Seja selecionado pelas melhores empresas dos EUA e do Vale do Silício

  4. Comece a trabalhar no seu emprego dos sonhos

    Quando você estiver na Turing, não precisará procurar outro emprego.

cover

Como se tornar um desenvolvedor de microsserviços?

Hoje em dia, desenvolvedores de microsserviços estão entre os mais requisitados profissionais no mercado de TI, embora a concorrência pelas melhores vagas seja acirrada. O desenvolvedor de microsserviços é um dos tipos preferidos de desenvolvedor quando se trata de criar aplicações complexas, especialmente em uma startup, onde tempo e dinheiro são muitas vezes limitados. Em termos de arquitetura, é algo monolítico, ou seja, não é fácil de manter ou mudá-los. Isso faz com que seja fácil escalá-los, substituí-los e modificá-los. O desenvolvedor primeiro precisa lidar com sistemas maiores e criar frameworks, que são uma série de serviços que, usando HTTP, se comunicam através de sistemas de mensageria, como o REST.

Dado o aumento na utilização e popularidade da arquitetura de microsserviços e a crescente demanda do mercado por desenvolvedores de microsserviços, pode ser que você esteja considerando se tornar um desenvolvedor de microsserviços. Nesta seção, vamos guiá-lo através de uma abordagem estruturada, passando por conhecimentos profissionais e habilidades que você deve adquirir para se tornar um desenvolvedor de microsserviços.

Qual o escopo da arquitetura de microsserviços?

A maioria das empresas busca aumentar sua rentabilidade e é em meio a esse contexto que a arquitetura de microsserviços aumentará em popularidade ao longo dos próximos anos. Muitas organizações já abraçaram esse tipo de arquitetura e muitas outras estão se preparando para isso.

O que são microsserviços?

Microsserviços são um estilo de arquitetura para o desenvolvimento de aplicativos que permite dividir a aplicação em várias unidades de serviço modulares e menores, que se comunicam através de mecanismos leves, muitas vezes em uma API. Dessa forma, a arquitetura de microsserviços possibilita uma entrega rápida, frequente e confiável de aplicativos grandes e complexos.

A maioria dos desenvolvedores de software acredita que os microsserviços se tornarão o padrão dos sistemas de arquitetura de software no futuro. Veteranos da indústria, como Amazon, Uber, Netflix, Spotify, Etsy e muitos outros, já utilizam a arquitetura de microsserviços. Logo,o futuro da arquitetura de microsserviços aparenta ser promissor.

Qual é o significado de API?

Como citado anteriormente, o conjunto de padrões que faz parte de um microsserviço é, na grande maioria das vezes, uma API.
API significa Application Programming Interface, ou no bom português, Interface de Programação de Aplicação. É através dessa interface que a comunicação entre plataformas é possibilitada, já que por meio das APIs, os desenvolvedores podem criar aplicações sem a necessidade de programar códigos personalizados para cada função específica que eles desejam implementar.

Portanto, APIs são utilizadas para facilitar o desenvolvimento de software e tornar as aplicações mais integradas. Um exemplo de API é o Facebook Login, no qual os usuários podem realizar logins em diversos sites utilizando seus perfis do Facebook, fazendo com que a experiência do usuário seja mais fluida.

Agora que você compreende melhor o que são microsserviços e qual é o significado de API, vamos dar uma olhada em quais habilidades você precisa possuir para conquistar vagas de arquitetura de microsserviços.

Quais são as funções e responsabilidades de um desenvolvedor de microsserviços?

Um trabalho de desenvolvedor de microsserviços pode incluir diversas tarefas. Podem te pedir para trabalhar em diferentes frameworks, conceber e desenvolver arquitetura, criar ferramentas conforme for necessário para a conclusão de outras tarefas, criar websites ou publicar novos serviços. Você também pode:

  • Criar e desenvolver soluções centradas na função a partir de plataformas tradicionais para agora funcionar em arquitetura de microsserviços
  • Definir e revisar arquiteturas de multicanais para clientes que fornecem experiência diferenciada ao usuário final através de containers e tecnologia de nuvem
  • Trabalhar com uma equipe ágil baseada em metodologia scrum para entender a área do negócio e os requisitos do cliente, analisar, criar e desenvolver soluções técnicas de ponta e impulsionar resultados. Essas soluções podem cobrir uma grande variedade de tecnologias e devem estar alinhadas com a área de TI e as estratégias comerciais da empresa, além de seguirem a arquitetura da companhia e seus padrões de segurança
  • Fornecer estimativas de custo para soluções de TI e iniciativas comerciais
  • Manter-se a par das mais novas e emergentes tecnologias, suas tendências e os padrões da indústria

Como se tornar um desenvolvedor de microsserviços?

Recentemente, a demanda e preferência por desenvolvedores de microsserviços tem crescido muito em meio aos desenvolvedores e a área de TI. Se tornar um desenvolvedor de microsserviços não é tão difícil quanto parece. O jeito mais óbvio para isso é fazer algum curso de nível superior em ciência da computação ou outra área relacionada, um que envolva arquitetura de microsserviços. Ter um bom domínio sobre os frameworks usados na arquitetura de microsserviços (Kafka, C++, .Net core, Docker, Kubernetes, etc.) e um portfólio com trabalhos prévios é algo que pode te ajudar a conquistar uma oportunidade de trabalho estável.

Baseado em suas habilidades, desenvolvedores de microsserviços podem escolher dentre várias funções na hora de procurar um emprego. Microsserviços são usados para testes, debugging, DevOps, CI/CD, etc., e esses desenvolvedores são responsáveis pela criação de códigos, construção de arquitetura, integração de programas e muito mais.

Agora, vamos dar uma olhada nas habilidades que você precisa dominar para se tornar um desenvolvedor de microsserviços bem-sucedido:

Interessado em empregos remotos para desenvolvedor de microsserviços?

Inscreva-se na Turing hoje!

Inscreva-se agora

Habilidades necessárias para se tornar um desenvolvedor de microsserviços

O primeiro passo é começar a aprender as habilidades fundamentais que lhe permitirão conquistar vagas de arquitetura de microsserviços. Vamos dar uma olhada no que você precisa saber!

1. Conhecimento sobre Arquitetura

É importante se familiarizar com os padrões de microsserviços mais comuns. Aprender a usar a Spring Cloud é recomendável e só de ler sobre aquilo que a Spring Cloud oferece e aprender seus diferentes módulos você já vai entender muito melhor sobre como as coisas devem ser estruturadas. A não ser que você esteja familiarizado com os padrões mais usuais, você tentará resolver problemas que já foram resolvidos antes e é improvável que você escolha a melhor a solução.

Combinar o conhecimento sobre um bom framework de microsserviços, como a Spring Cloud, com um bom entendimento sobre a construção de microsserviços é um ótimo jeito de começar no mundo dos microsserviços.

2. Modelagem de domínio

Mesmo que você entenda completamente sobre sua arquitetura e padrões, ainda assim não é fácil ser um expert em microsserviços. Dividir responsabilidades entre diferentes partes do sistema pode rapidamente se tornar algo bem difícil. Você precisa ser bom em modelagem de domínio e entender como atribuir responsabilidades.

3. DevOps e containers

A ideia por trás de microsserviços de sucesso é trabalhar no estilo DevOps. Isso quer dizer que você está controlando o serviço do nível do código até sua implementação. Mesmo que você não seja o responsável por colocá-lo no ar, você deve saber sobre como essa implementação será feita. Não tem como evitar, você precisa se acostumar com containers, Docker, Kubernetes, etc. A boa notícia é que você pode instalar o Docker no seu computador e ele é uma ferramenta extremamente útil!

Outras tecnologias que você deve conhecer, para além dos containers, são mensageria, bancos de dados, filas (queues) e alguma nuvem (AWS, Azure). Ninguém se transforma em um especialista do dia para a noite, mas aprender sobre algumas dessas tecnologias.

4. Segurança

Como você pode imaginar, garantir a segurança de muitas coisas é bem mais difícil do que só de uma. No que toca a microsserviços, as questões de segurança estão mais no plano de fundo do que quando se trabalha com desenvolvimentos mais monolíticos. Sobre quais questões de segurança específicas você precisa aprender? Nós recomendamos que você dê uma olhada em como implementar SSO (single sign-on), especialmente tecnologias relacionadas ao OAuth 2. Spring Cloud Security pode te ensinar, especificamente, algumas das melhores práticas e te dar ótimas ideias de como implementar microsserviços seguros.

Quais outras questões de segurança existem quando se trata de arquitetura distribuída? O backup de dados parados, já que configurar o backup para microsserviços tem suas próprias particularidades.

5. Testes

Se tem algo que pode prejudicar, e muito, a sua produtividade e o bom andamento do seu trabalho são serviços que não param de dar erro e que não entregam o que você precisa. Como os microsserviços são menores e parecem menos dignos ou comercialmente importantes do que outras aplicações monolíticas, alguns desenvolvedores não ligam muito para testá-los.

Microsserviços apresentam inúmeras formas para se construir soluções robustas e confiáveis, então não ignore a testagem por parecer algo trivial ou achar que unit testing não é a solução para o seu problema. Mas então, quais tipos de testes são os mais indicados? Aqui temos algumas sugestões:

  • Unit tests
  • Testes de serviço / API
  • Testes de ponta a ponta e de integração de sistemas

6. Integração contínua

Realizar testes de ponta a ponta é crucial na hora de implementar mudanças. Para garantir que tudo funcione como deveria é um sistema de microsserviços, você precisa garantir que os microsserviços interajam corretamente uns com os outros. Você só consegue chegar a esse ponto testando esses complexos sistemas de maneira isolada. O melhor jeito de resolver esse problema é estabelecer uma integração contínua. Quando você mescla seu código ao master, você deveria automaticamente colocá-lo em um ambiente de integração onde múltiplos testes estão sendo executados.

Então pode parar com implementações manuais, coloque para rodar seu Jenkins / TeamCity ou qualquer outra ferramenta de CI (integração contínua) que você use e faça proveito dela! Esse ponto é, em parte, uma extensão das habilidades com DevOps, mas é suficientemente importante para que merecesse uma menção especial só para ela!

7. Trabalho em equipe

Por último, mas não menos importante, você precisa abraçar o trabalho em equipe e aprender a trabalhar com outras pessoas. Quando você escreve uma pequena parte de um sistema muito maior, é fácil acabar se isolando. Aqui, você não tem espaço para isso! Trabalhar com múltiplos sistemas de integração e numa cultura DevOps necessariamente envolve a interação com muitas outras pessoas.

Interessado em empregos remotos para desenvolvedor de microsserviços?

Inscreva-se na Turing hoje!

Inscreva-se agora

Como conquistar vagas de Arquitetura de Microsserviços?

Microsserviços são usados para criar grandes e complexas aplicações que funcionam de maneira integrada e coesa, oferecendo funcionalidades mais ricas para toda a aplicação. Devido a isso, a demanda por desenvolvedores de microsserviços está crescendo.

Para além do desenvolvimento de aplicações, desenvolvedores de microsserviços podem beneficiar organizações de várias maneiras ao usar diversos recursos de desenvolvimento a partir da arquitetura de microsserviços. Porém eles também têm que dar duro para se tornar bons desenvolvedores de software. Nesse sentido, existem dois principais fatores nos quais um desenvolvedor precisa focar para alcançar um bom nível de proficiência na profissão: obter experiência prática com frameworks de microsserviços e um bom entendimento sobre como utilizar sua arquitetura. Como um desenvolvedor de microsserviços, é importante que você saiba o quanto praticar. Então garanta um bom conhecimento sobre arquitetura e frameworks de microsserviços de maneira a garantir que você conseguirá encarar qualquer desafio de desenvolvimento que apareça em seu caminho!

A Turing tem as melhores vagas de arquitetura de microsserviços, feitas sob medida para seu plano de carreira como desenvolvedor de microsserviços. Trabalhar com tecnologias de ponta em complexos problemas técnicos e comerciais o ajudará a crescer rapidamente. Obtenha empregos desenvolvedor de microsserviços remotos, de tempo integral, longo prazo, com oportunidades de crescimento na carreira e ótima remuneração, juntando-se a uma rede com os melhores desenvolvedores do mundo.

Por que se tornar um desenvolvedor de microsserviços na Turing?

Trabalhos de primeira linha nos EUA
Trabalhos de primeira linha nos EUA

Oportunidades de trabalho de longo prazo para empresas americanas incríveis, orientadas por suas missões e com grande remuneração.

Crescimento na carreira
Crescimento na carreira

Trabalhe em problemas técnicos e comerciais desafiadores, utilizando tecnologia de ponta para acelerar o crescimento de sua carreira.

Comunidade exclusiva de desenvolvedores
Comunidade exclusiva de desenvolvedores

Junte-se a uma comunidade mundial de desenvolvedores de software de elite.

Uma vez parte da Turing, você nunca mais terá que se candidatar para outro emprego
Uma vez parte da Turing, você nunca mais terá que se candidatar para outro emprego

Os compromissos da Turing são de longo prazo e em tempo integral. Quando um projeto termina, nossa equipe parte para identificar o próximo em questão de semanas.

Trabalhe do conforto da sua casa
Trabalhe do conforto da sua casa

A Turing permite que você trabalhe de acordo com sua conveniência. Temos horários de trabalho flexíveis e você pode trabalhar para as principais empresas americanas do conforto da sua casa.

Ótima remuneração
Ótima remuneração

Trabalhando com as principais corporações americanas, os desenvolvedores da Turing recebem mais do que o mercado costuma oferecer na maioria dos países.

Quanto a Turing paga a seus desenvolvedores de microsserviços?

Na Turing, cada desenvolvedor de microsserviços é livre para determinar sua faixa salarial. A Turing, por outro lado, recomendará um salário com o qual estamos confiantes de que poderemos encontrar para você uma oportunidade vantajosa e de longo prazo. Nossas sugestões baseiam-se na análise das condições de mercado e na demanda que recebemos de nossos clientes.

Perguntas frequentes

Somos uma plataforma “end-to-end” de empregos baseada em Palo Alto que permite que desenvolvedores de software talentosos trabalhem com grandes empresas americanas a partir do conforto de suas casas. Somos liderados por Jonathan Siddharth e Vijay Krishnan, ex-alunos de Stanford e empreendedores bem-sucedidos de I.A.

É a combinação do nosso modelo empresarial e dos nossos valores o que nos torna diferentes dos outros. Oferecemos projetos em tempo integral e de longa duração para desenvolvedores remotos, enquanto a maioria de nossos concorrentes geralmente oferece empregos freelancers.

Atualmente, temos vagas apenas para desenvolvedores devido ao volume de demandas de trabalho de nossos clientes. Mas no futuro, também poderemos expandir para outras áreas. Verifique nossa página de carreiras periodicamente para saber se estamos oferecendo uma vaga que se adapta às suas habilidades e experiência.

Na Turing, contratamos desenvolvedores remotos para mais de 100 habilidades como React/Node, Python, Angular, Swift, React Native, Android, Java, Rails, Golang, PHP, Vue, etc. Também contratamos engenheiros de acordo com sua especialidade e experiência.

Depois de fazer upload do seu currículo, você terá que passar por três testes: avaliação de senioridade, teste de tech stack e desafio de programar ao vivo. Uma vez aprovado nestes testes, você poderá se candidatar a uma ampla gama de trabalhos disponíveis com base nas suas habilidades.

Não, o serviço é absolutamente gratuito para desenvolvedores de software inscritos.

Idealmente, um desenvolvedor remoto deve ter pelo menos 3 anos de experiência relevante para ser contratado pela Turing, mas não dizemos não a desenvolvedores excepcionais. Faça nosso teste para descobrir se podemos oferecer algo interessante para você.

A comunicação é crucial para o sucesso quando se trabalha com clientes dos EUA. Preferimos candidatos com nível B1 de inglês, ou seja, aqueles que têm a fluência necessária para se comunicar sem problemas com nossos clientes e falantes nativos.

Não, você não precisa pagar nenhum imposto nos Estados Unidos. No entanto, você pode ter que pagar impostos de acordo com as leis fiscais do seu país. Além disso, seu banco pode cobrar um pequeno valor como uma taxa de transação.

Veja outras perguntas frequentes

Últimos Posts da Turing

Liderança

Em poucas palavras, a Turing tem como objetivo fazer com que exista um equilíbrio de oportunidades ao redor do mundo. A Turing é uma criação dos empreendedores de IA em série Jonathan e Vijay, cuja empresa anterior de IA (vendida com sucesso) foi potencializada por talentos remotos excepcionais. Também fazem parte do grupo de inovadores da Turing investidores de alto perfil, como o primeiro CTO do Facebook (Adam D'Angelo), executivos de Google, Amazon, Twitter e Foundation Capital.

Política de Igualdade de Oportunidades

Turing é uma contratante que dá oportunidades iguais. A Turing proíbe discriminação e assédios de qualquer tipo e oferece oportunidades de emprego iguais para funcionários e candidatos, sem discriminar raça, cor, religião, sexo, orientação sexual, identidade ou expressão de gênero, idade, status de deficiência, status de veterano protegido ou qualquer outra característica protegida por lei.

Veja alguns trabalhos remotos para desenvolvedores

Confira os melhores empregos para Fevereiro de 2024aqui

Trabalhe em tempo integral em grandes empresas dos EUA.

Crie seu perfil, passe nos testes da Turing e receba ofertas de emprego a partir de 2 semanas.