62 perguntas e respostas de entrevistas Vue.js em 2023

Se você deseja ser um desenvolvedor bem sucedido e garantir vagas Vue.js numa empresa do Vale do Silício ou está buscando montar uma equipe de talentosos desenvolvedores Vue.js, você veio ao lugar certo. Nós compilamos uma lista de perguntas para entrevista de emprego Vue.js com objetivo de lhe dar uma ideia do tipo de questionamentos que podem ser feitos ou que você pode querer fazer.

Atualizado em Mai 5, 2023

Vue.js é um framework JavaScript que permite construir interfaces de usuário dinâmicas. Para usar o Vue.js, basta adicionar algumas funcionalidades dinâmicas ao seu site. O Vue.js não requer nenhuma instalação: tudo o que você precisa fazer é incluir a biblioteca do Vue.js em seu projeto.

Se você for um candidato ativamente procurando se preparar para entrevistas de emprego Vue.js a fim de garantir um bom trabalho online ou um recrutador procurando por talentosos desenvolvedores Vue.js, a seguinte lista de perguntas será de grande utilidade para você alcançar seu objetivo com sucesso.

Perguntas e respostas de entrevistas Vue.js

1.

O que é VueJS?

Vue.js é um framework JavaScript progressivo para a construção de interfaces de usuário. Ele foi elaborado para ser flexível e escalável, permitindo que os desenvolvedores construam aplicações complexas de uma maneira estruturada e organizada. O Vue.js é baseado em componentes reutilizáveis, que podem ser combinados para formar interfaces complexas.

Ele também tem uma API reativa, que permite que as visualizações se atualizem automaticamente quando os dados mudam. Além disso, o Vue.js é fácil de aprender e tem uma grande comunidade de desenvolvedores que contribuem com plugins e soluções para os desafios comuns de desenvolvimento web.

2.

Quais são os principais recursos do VueJS?

Podemos citar os seguintes recursos do VueJS como os principais:

  • Sistema de componentes: O Vue.js permite criar componentes reutilizáveis e personalizáveis, que podem ser usados em diferentes partes da aplicação. Isso facilita muito o desenvolvimento e manutenção do código.

  • Template engine: O Vue.js utiliza uma sintaxe de template simples e intuitiva, que permite definir facilmente a estrutura da página e os dados que serão exibidos.

  • Diretivas: As diretivas permitem que você estenda a sintaxe do template do Vue.js para adicionar comportamentos dinâmicos à página. Algumas diretivas padrão incluem v-bind, v-if, v-for, v-on, v-show e v-model.

  • Sistema de reatividade: O Vue.js utiliza um sistema de reatividade que atualiza automaticamente os dados da página quando eles são alterados. Isso significa que você não precisa se preocupar em atualizar manualmente a interface do usuário sempre que os dados mudam.

  • Vuex: É um gerenciador de estado para Vue.js. Ele permite que você armazene e gerencie o estado da aplicação de forma centralizada, o que pode facilitar muito o desenvolvimento de aplicativos complexos.

  • Vue Router: É um roteador oficial para Vue.js. Ele permite que você defina rotas para diferentes partes da aplicação e que gerencie a transição entre essas rotas.

  • Vue CLI: É uma interface de linha de comando para Vue.js que permite criar projetos Vue.js com facilidade, adicionar plugins

3.

Explique as directives em Vue.js.

Esta é uma pergunta importante em entrevistas Vue.js. A directive, ou diretiva, é um pedaço de marcação que diz à biblioteca o que fazer com um determinado elemento DOM. Vue.js vem com várias diretivas embutidas, como v-bind e v-model. Você também pode criar suas próprias diretivas.

4.

O que são conditional directives no VueJS?

As conditional directives são uma maneira de renderizar condicionalmente elementos e blocos de código em um template VueJS com base em uma condição. Existem três conditional directives importantes no VueJS:

  • v-if: renderiza o elemento ou o bloco de código somente se a expressão passada como argumento for avaliada como verdadeira.

  • v-else: renderiza o elemento ou bloco de código se a expressão passada para v-if for avaliada como falsa.

  • v-else-if: renderiza o elemento ou bloco de código se a expressão passada para o v-else-if for avaliada como verdadeira, e se a expressão passada para o v-if anterior ou para o v-else-if anterior for avaliada como falsa.

5.

Qual é a diferença entre as directives v-show e v-if em Vue?

Em Vue, as diretivas v-show e v-if são usadas para controlar a exibição condicional de elementos. A principal diferença entre as duas é que v-show renderiza o elemento e altera sua exibição CSS (display:none) de acordo com a condição, enquanto v-if remove completamente o elemento do DOM quando a condição é falsa.

6.

Como você pode compartilhar dados entre componentes em um aplicativo Vue.js?

O fluxo de dados (data flow) é importante para transferir informações entre componentes.

Do componente pai para o filho - 'Props' é usado para enviar dados de um componente pai para um componente filho. Props são atributos personalizados que você pode registrar em um componente e, quando um valor é fornecido a esses atributos de props, a instância do componente se torna uma propriedade. Como resultado, todas as modificações feitas pelo componente pai são refletidas no atributo prop do componente filho.

Para lidar com esse problema, as instâncias Vue fornecem o conceito de eventos. De filho para pai - Algumas situações podem exigir comunicação de volta ao componente pai, portanto, as instâncias Vue fornecem o conceito de eventos para resolver esse caso.

O componente pai pode usar 'v-on' para ouvir qualquer evento no componente filho, e o componente filho pode usar o método $emit para emitir qualquer evento.

Compartilhamento de dados entre componentes - Em alguns casos, o compartilhamento de dados entre todos os componentes pode ser essencial. Vuex supera esse desafio estabelecendo um armazenamento de dados centralizado que é acessível a todos os componentes.

7.

O que é o Fluxo de Dados de Uma Via (One-Way Data Flow) em Vue.js?

Esta é uma pergunta popular em entrevistas Vue.js. Nesse caso, todas as Props funcionam em uma direção, o que significa que os dados fluem do pai para o filho. Quando uma alteração é feita em uma propriedade pai, a propriedade filho é atualizada automaticamente, mas não o contrário. Isso impede que um filho altere o estado da propriedade pai, o que pode tornar o fluxo de dados do seu aplicativo mais difícil de entender.

8.

Explique o que são props no Vue.

Props (abreviação de "properties") são uma forma de passar dados de um componente pai para um componente filho no Vue.js. Os props são declarados como atributos personalizados no componente pai e são passados para o componente filho como argumentos. Quando o valor do prop é atualizado no componente pai, o valor atualizado é automaticamente passado para o componente filho, permitindo que o filho acesse e utilize os dados do pai.

Os props são úteis para criar componentes reutilizáveis e modulares, onde o componente pai fornece dados específicos ao componente filho, permitindo que o filho seja personalizado para diferentes casos de uso. Além disso, os props permitem que os desenvolvedores criem uma estrutura de dados unidirecional, em que os dados fluem do componente pai para o componente filho, evitando problemas de sincronização de dados e tornando o código mais fácil de entender e manter.

9.

O que são e para que servem os mixins em Vue?

Você frequentemente irá se deparar com esta pergunta em entrevistas Vue.js. Um mixin é um objeto que contém opções de componente que podem ser mescladas com as opções do componente. Isso permite reutilizar código em vários componentes sem a necessidade de duplicação de código.

Mixins são armazenados em um arquivo separado e podem ser reutilizados em vários componentes. Quando um componente usa um Mixin, as opções do Mixin se tornam parte das opções do componente, sendo mescladas com as opções do componente.

Você também pode construir Mixins Globais, mas faça isso com cautela, pois eles afetarão todas as instâncias subsequentes do Vue.js.

10.

O que é o componente de arquivo único e para que serve?

Os SFCs (Single File Components ou Componentes de Arquivo Único) são semelhantes a outros componentes no sentido de que são autossuficientes em seus próprios arquivos. Estes são alguns dos benefícios dos SFCs:

  • Definições globais: todos os SFCs são registrados globalmente e recebem nomes exclusivos, o que torna mais fácil reutilizá-los em diferentes partes da aplicação.

  • Templates poderosos: ao contrário de outros componentes que usam uma única propriedade de template, os SFCs permitem criar templates complexos em um arquivo único.

  • Suporte a CSS: os SFCs permitem aplicar estilos CSS diretamente no próprio componente, sem afetar outros elementos da página.

  • Suporte a pré-processadores: é possível usar pré-processadores como Babel, SASS e outros com facilidade nos SFCs, o que torna mais fácil e eficiente o desenvolvimento de componentes reutilizáveis.

Eles tornam mais fácil para os desenvolvedores manter e gerenciar o código do componente. Isso ocorre porque todo o código do componente está em um único arquivo, o que facilita a localização e a edição. Além disso, os componentes de arquivo único são facilmente integráveis em projetos que usam sistemas de construção, como o Webpack.

11.

O que é uma chave (key)?

Esta é uma das perguntas mais comuns em entrevistas Vue.js. A chave (key) é um atributo especial em Vue usado pelo algoritmo de reconciliação do Virtual DOM para identificar elementos em uma lista quando se cria uma nova lista a partir de uma lista existente.

A chave é usada para ajudar o Vue a rastrear qual elemento foi adicionado, modificado ou removido. Sem o uso da chave, o Vue tenta reutilizar elementos do mesmo tipo e minimizar a movimentação dos elementos. No entanto, ao usar a chave, os elementos podem ser reordenados e elementos sem chave podem ser removidos. A chave é frequentemente usada em conjunto com a diretiva v-for e é semelhante ao "$index" do AngularJS.

12.

O que é um Virtual DOM?

No Vue, o Document Object Model é representado pelo Virtual DOM, que é um objeto JavaScript (DOM). Em vez de atualizar o DOM diretamente, a aplicação atualiza o Virtual DOM. Isso reduz o custo de atualização do DOM real, que é computacionalmente caro. O momento em que o Virtual DOM é renderizado pode ser controlado com o Virtual DOM. Até que você o selecione, o Virtual DOM manterá os dados em seu estado atual sem re-renderiza-lo. O Virtual DOM também pode ajudar a otimizar o desempenho de suas aplicações web, reduzindo a quantidade de vezes que o DOM precisa ser atualizado.

13.

Qual é a utilização de $parent?

No componente filho, $parent é usado para recuperar a instância do componente pai. Isso torna o teste e o debugging do programa mais difíceis, e você não pode descobrir de onde vem a mutação. O Vue também tem uma função $child que retorna uma instância do componente filho, semelhante a $parent.

14.

O que é e para que serve o Vue CLI?

Vue CLI é uma interface de linha de comando para criação e gerenciamento de projetos baseados no Vue.js. Ele fornece uma estrutura completa para criar, testar e implantar aplicativos Vue de maneira rápida e fácil.

Com o Vue CLI, é possível configurar um projeto com diversas opções, como o tipo de template, pré-processadores CSS, gerenciamento de estado, entre outros. Além disso, ele possui um sistema de plugins que permite a integração com outras ferramentas, como test runners e linters.

15.

O que são Jest e Mocha no Vue CLI?

Esta é uma pergunta bastante comum em entrevistas sobre Vue.js. Jest e Mocha são ferramentas de unit tests integradas no Vue CLI. Jest é um executor de testes desenvolvido pelo Facebook. Ele fornece uma solução de unit test pronta para uso. Para executar testes com Jest, use o plugin Vue CLI 'cli-plugin-unit-jest'.

Mocha é um framework de teste baseado em JavaScript para testes assíncronos que funciona no Node.js e em navegadores. Ele inclui um pré-compilador webpack embutido.

16.

Quais são os principais plugins do Vue CLI?

O Vue CLI possui vários plugins que adicionam funcionalidades e recursos ao projeto Vue. Alguns dos principais plugins são:

  • Babel: permite que o projeto use a versão mais recente do JavaScript e traduz o código para ser compatível com navegadores mais antigos.

  • Vuex: adiciona o gerenciamento de estado centralizado ao projeto Vue.

  • Vue Router: adiciona roteamento de páginas ao projeto Vue.

  • PWA: transforma o projeto Vue em um Progressive Web App.

  • TypeScript: adiciona suporte ao TypeScript, uma linguagem que adiciona recursos de tipagem estática ao JavaScript.

  • ESLint: adiciona a capacidade de verificar o código em busca de possíveis erros e problemas de estilo.

  • Unit Testing: adiciona recursos de teste unitário ao projeto Vue.

17.

O que é uma instance em VueJS?

Em VueJS, uma instance (instância) é um objeto Vue criado a partir de uma classe Vue, que representa uma única instância de um componente Vue. Uma instância é criada usando a função Vue(), que toma um objeto de opções como parâmetro. Esse objeto de opções contém informações sobre como a instância Vue deve ser criada.

Cada instância de um componente Vue representa uma árvore de componentes, com a instância raiz representando o componente principal da aplicação. As instâncias são conectadas através de props, events e a API de gerenciamento de estado Vuex, permitindo que os componentes interajam uns com os outros de maneira eficiente e organizada.

18.

Por que você não deve usar as directives if e for juntas no mesmo elemento em VueJS?

Usar as directives v-if e v-for juntas no mesmo elemento em VueJS não é recomendado porque pode levar a resultados inesperados e problemas de desempenho. Quando uma diretiva v-for é usada em um elemento que também tem uma diretiva v-if, a diretiva v-if é executada primeiro e, se a condição não for satisfeita, o elemento não será renderizado. Isso pode levar a erros se o código que depende da lista for executado antes da verificação da diretiva v-if.

19.

Para que servem os modificadores de evento em Vue?

Os modificadores de evento, em Vue, são recursos que podem ser utilizados para modificar o comportamento padrão de um evento. Estes modificadores são indicados por um ponto (.) após o nome do evento. Por exemplo, o modificador .prevent é usado para prevenir o comportamento padrão de um evento, que geralmente inclui o recarregamento da página.

20.

Como implementar data binding biderecional em Vue?

Para implementar data binding bidirecional em Vue, você precisa utilizar a diretiva v-model. Essa diretiva é usada para vincular a propriedade value do elemento de formulário a uma variável do componente Vue.

21.

Quando um component precisa de um único root element?

Um component (componente) precisa de um único elemento raiz quando ele tem mais de um elemento filho. Isso ocorre porque Vue usa uma abordagem de modelo de árvore virtual para renderizar componentes, onde cada componente é representado como um node na árvore. Se um componente tiver mais de um elemento filho, não haverá um único node pai para representar o componente na árvore virtual.

22.

O que são slots em Vue?

Um slot é uma maneira de permitir que o componente pai forneça conteúdo para o componente filho, substituindo o conteúdo padrão do filho. Ele é definido no componente filho como uma tag slot com um nome opcional e pode conter qualquer tipo de conteúdo, como texto, HTML ou outros componentes.

23.

Qual a diferença entre registro local e global no sistema de módulos?

O registro global envolve o registro de um componente para uso em todo o aplicativo Vue.js, independentemente de onde o componente é usado.

Por outro lado, o registro local envolve o registro de um componente em um escopo limitado, como dentro de um único componente pai.

Em termos de sistemas de módulos, o registro global pode ser considerado uma forma de exportação implícita, enquanto o registro local é uma forma de importação explícita. A diferença fundamental é que o registro global adiciona o componente ao escopo global do aplicativo, enquanto o registro local o mantém dentro do escopo de um componente específico.

24.

Qual é o fluxo de dados seguido por props?

Em Vue, os dados fluem de um componente pai para um componente filho por meio de props. A propriedade props é uma propriedade especial no componente filho que espera receber valores do componente pai. Quando um valor é passado de um componente pai para um componente filho como uma prop, o valor é transformado em uma propriedade somente leitura no componente filho.

O componente filho pode acessar o valor dessa propriedade, mas não pode alterá-la. Se o valor da propriedade precisar ser alterado, o componente pai deve passar um novo valor por meio da propriedade prop atualizada. O fluxo de dados, portanto, é unidirecional, ou seja, do componente pai para o filho.

25.

Quais são as principais validações disponíveis para props em Vue?

Em Vue.js, é possível definir validações de props usando as propriedades type, required, default, validator, entre outras. Algumas das principais validações disponíveis são:

  • type: especifica o tipo de dados permitido para a prop, como String, Number, Boolean, Object, Array, Function, Symbol, Date, RegExp, entre outros.

  • required: define se a prop é obrigatória ou não. Se definido como true, uma mensagem de erro será emitida caso a prop não seja fornecida.

  • default: especifica um valor padrão para a prop, caso não seja fornecida.

  • validator: permite definir uma função de validação personalizada para a prop. Essa função deve retornar true se a validação passar ou uma mensagem de erro se falhar.

26.

Como utilizar transições em Vue.js?

As transições em Vue.js permitem adicionar efeitos animados a elementos que entram ou saem da visualização, oferecendo uma experiência de usuário mais agradável e atraente.

"Para utilizar as transições em Vue.js, é necessário definir uma classe CSS para cada estado do elemento, seja ele de entrada ou de saída. Em seguida, é possível definir o nome da classe em um atributo name na tag transition.

Além do atributo name, a tag transition também suporta outros atributos, como mode, appear, duration, enter-active-class, leave-active-class e css. Eles permitem personalizar ainda mais as transições de acordo com as necessidades do projeto.

27.

Para que serve o router em Vue?

O router em Vue é um recurso que permite a criação de aplicativos de página única (SPA) com navegação baseada em roteamento. Ele permite que o aplicativo alterne de uma página para outra sem a necessidade de recarregar completamente a página, criando uma experiência de usuário mais rápida e suave.

O router é uma biblioteca que gerencia as rotas do aplicativo Vue. Ele mapeia uma URL em uma exibição correspondente que é renderizada quando o usuário navega pelo aplicativo. Isso é útil para aplicativos de várias páginas ou seções distintas em uma única página.

28.

O que são e para que servem filters em Vue?

Filters em Vue são funções que podem ser usadas para formatar valores exibidos na interface do usuário. Eles são usados para formatar dados dinamicamente antes de renderizá-los em templates. Um filtro é uma função que recebe um valor de entrada (ou várias) e retorna o valor formatado.

Além disso, filters são úteis para manipular o texto de uma string, formatar datas, valores monetários e outras formas de dados. Eles são uma forma de separar a lógica de exibição dos dados da lógica do modelo de dados.

29.

É possível passar parameters para filters em Vue?

Sim, é possível passar parameters (parâmetros) para filtros em Vue. Você pode definir um filtro personalizado em Vue usando a função Vue.filter() e, em seguida, passar os parâmetros adicionais para o filtro como argumentos ao usá-lo em um template.

30.

O que são e para que servem plug-ins em Vue?

Plugins em Vue são uma forma de estender globalmente a funcionalidade do Vue. Eles são basicamente objetos que podem adicionar métodos, diretivas ou mixins globais ao Vue.

Um plugin pode ser usado para compartilhar lógica entre vários componentes sem a necessidade de escrever o mesmo código em cada um deles. Ele também pode ser usado para adicionar funcionalidades que não estão disponíveis no Vue, como interação com APIs de terceiros ou serviços de análise.

31.

O que são estratégias de mesclagem de opções personalizadas?

As estratégias de mesclagem de opções personalizadas são usadas no Vue.js para personalizar a maneira como as opções são mescladas quando você define um componente com opções repetidas. Por padrão, o Vue.js simplesmente sobrescreve as opções existentes com as novas opções, o que pode levar a problemas se as opções estiverem em conflito.

32.

Como registrar as diretivas localmente?

Para registrar diretivas localmente em um componente Vue, você pode usar a opção directives.

33.

O que são e para que servem hooks em Vue.js?

Hooks são funções especiais em Vue.js que permitem que você "enganche" o ciclo de vida de um componente Vue e injete comportamento personalizado em pontos específicos. Eles são uma forma mais direta e fácil de gerenciar o estado e a lógica do componente em comparação com as opções de configuração e os mixins.

Os hooks em Vue.js incluem:

  • beforeCreate: é chamado antes da instância Vue ser criada. Ele permite que você injete código personalizado em um ponto muito precoce do ciclo de vida.

  • created: é chamado depois que a instância Vue é criada e todas as opções de configuração são configuradas. Neste ponto, você pode acessar as propriedades e os métodos do componente.

  • beforeMount: é chamado antes que o componente seja montado no DOM. É útil para fazer ajustes finais no modelo antes de ser exibido.

  • mounted: é chamado depois que o componente é montado no DOM. É o momento perfeito para fazer chamadas de API e manipular o DOM diretamente.

  • beforeUpdate: é chamado antes que o componente seja atualizado com as mudanças de estado. É útil para realizar ações personalizadas antes de uma atualização ser aplicada.

  • updated: é chamado depois que o componente é atualizado com as mudanças de estado. Neste ponto, você pode acessar as propriedades e os métodos atualizados.

  • beforeDestroy: é chamado antes que o componente seja destruído. É útil para fazer limpezas finais, como remoção de eventos.

  • destroyed: é chamado depois que o componente é destruído. É o momento perfeito para limpar tudo que você criou na beforeDestroy.

34.

O que é uma função de renderização?

Uma função de renderização é uma função que gera ou retorna um elemento de interface do usuário com base em um conjunto de dados de entrada. Em outras palavras, é uma função que transforma dados em elementos visuais.

No contexto do desenvolvimento web, as funções de renderização são comumente usadas em bibliotecas e frameworks como React, Vue e Angular para gerar componentes e exibir dados na tela.

35.

Qual é o benefício das funções de renderização sobre os modelos?

As funções de renderização oferecem alguns benefícios em relação aos modelos, incluindo:

  • Flexibilidade: as funções de renderização permitem que você crie lógica personalizada para renderizar seu componente, incluindo a lógica condicional e a iteração de dados.

  • Reutilização: as funções de renderização podem ser compartilhadas e reutilizadas em diferentes componentes.

  • Melhor desempenho: as funções de renderização geralmente são mais rápidas e consomem menos memória do que os modelos, pois o processo de compilação é mais eficiente.

  • Menor sobrecarga: as funções de renderização permitem que você tenha mais controle sobre o que é renderizado e quando, reduzindo a sobrecarga desnecessária no DOM.

No entanto, as funções de renderização também têm desvantagens, como uma curva de aprendizado mais íngreme e uma sintaxe menos intuitiva em comparação com os modelos.

36.

Vue vs React: Qual é a diferença?

Vue e React são duas das bibliotecas/frameworks JavaScript mais populares usadas para criar interfaces de usuário interativas. Ambos têm uma grande base de usuários e são conhecidos por sua flexibilidade, alta performance e grande comunidade de desenvolvedores.

Algumas das principais diferenças entre Vue e React são:

  • Aprendizado: Vue é frequentemente considerado mais fácil de aprender e usar, graças a sua sintaxe clara e documentação bem organizada. React, por outro lado, pode ser mais difícil para iniciantes, pois envolve o uso de JSX e tem uma curva de aprendizado mais íngreme.

  • Estrutura: Vue é uma biblioteca completa, enquanto React é mais uma biblioteca baseada em componentes. Isso significa que Vue tem uma estrutura mais opinião sobre como as coisas devem ser feitas, enquanto React permite que os desenvolvedores tenham mais flexibilidade.

  • Performance: tanto Vue quanto React são conhecidos por terem um alto desempenho, mas Vue tem uma vantagem ligeira devido a sua arquitetura reativa, que torna mais fácil para o framework atualizar apenas as partes da página que precisam ser atualizadas.

  • Comunidade: tanto Vue quanto React têm comunidades ativas de desenvolvedores, mas React é um pouco mais maduro e estabelecido, o que significa que há mais recursos e ferramentas disponíveis para os desenvolvedores.

37.

Vue vs Angular: Qual é a diferença?

Vue e Angular são dois frameworks populares para desenvolvimento de aplicações web no client-side. Embora tenham algumas semelhanças, existem diferenças significativas entre eles.

Aqui estão algumas diferenças entre Vue e Angular:

  • Curva de aprendizado: A curva de aprendizado para Vue é geralmente considerada mais suave em comparação com Angular. Isso ocorre porque Vue tem uma documentação mais clara e simples e uma API mais intuitiva.

  • Tamanho e desempenho: Vue é considerado mais leve e mais rápido em comparação com Angular. Vue é um framework progressivo, o que significa que você pode usá-lo para criar pequenos componentes ou para desenvolver aplicativos completos. Angular, por outro lado, é um framework completo que inclui muitos recursos e ferramentas, mas pode ser mais pesado em tamanho.

  • Flexibilidade: Vue é conhecido por sua flexibilidade. É possível usar o Vue de várias maneiras, como incorporá-lo em um projeto existente ou usar o Vue CLI para criar um projeto do zero. Angular é mais restrito em relação a essa flexibilidade, exigindo um conjunto específico de ferramentas e estruturação do projeto.

  • Gerenciamento de estado: O Vue utiliza Vuex para gerenciamento de estado, enquanto o Angular tem seu próprio gerenciador de estado incorporado, o NgRx.

  • Templates: O Vue usa uma sintaxe de template HTML para definir o layout da interface do usuário, enquanto o Angular usa sua própria linguagem de template, que pode levar algum tempo para se acostumar.

38.

Para que serve a tag KeepAlive em Vue?

A tag keep-alive é usada para preservar o estado de um componente Vue e evitar que ele seja destruído e recriado toda vez que o usuário navega entre as páginas de um aplicativo.

Isso pode melhorar significativamente o desempenho do aplicativo, especialmente em casos onde o componente é complexo ou demorado para ser criado. Além disso, pode ser usado para manter o estado de formulários, animações e outras informações que precisam ser mantidas entre as transições de página.

39.

O que são e para que servem componentes assíncronos em Vue?

Os componentes assíncronos em Vue são uma técnica usada para atrasar a renderização de um componente até que seja realmente necessário. Isso pode melhorar significativamente o desempenho do aplicativo, especialmente em casos em que a renderização de um componente é custosa em termos de recursos.

40.

Qual é a diferença entre compilações completas (full) e apenas em runtime (Runtime-only)?

Em relação ao Vue, as compilações completas e apenas em runtime se referem às diferentes versões do framework que podem ser usadas em um projeto.

A versão completa (Full) inclui o compilador do Vue, que permite usar os recursos do template do Vue, como diretivas, componentes e interpolação de texto. Isso significa que, com a versão completa, é possível escrever o template do componente em um arquivo .vue e o Vue irá compilar o código em JavaScript antes de renderizar o componente na página. Isso também significa que a versão completa é maior e mais pesada que a versão apenas em runtime.

A versão apenas em runtime (Runtime-only) não inclui o compilador do Vue, o que significa que não é possível usar recursos de template do Vue, como diretivas ou interpolação de texto. Em vez disso, é necessário escrever o componente em JavaScript puro. Essa versão é menor e mais rápida que a versão completa, o que a torna ideal para projetos com restrições de tamanho ou de desempenho.

41.

Quais compilações estão disponíveis no Vue?

O Vue.js oferece duas compilações: uma versão de desenvolvimento e uma versão de produção.

  • A versão de desenvolvimento do Vue.js inclui informações de depuração adicionais, como avisos do console e mensagens de erro detalhadas. Essa versão é mais lenta e possui um tamanho de arquivo maior, mas é útil durante o desenvolvimento e depuração do aplicativo.

  • A versão de produção do Vue.js é otimizada para velocidade e tamanho de arquivo. Ela remove as informações de debugging extras e usa técnicas de compressão para criar um pacote menor e mais rápido. Essa é a versão que deve ser usada em um ambiente de produção.

42.

Como configurar o Vue.js no webpack?

Para configurar o Vue.js no Webpack, é necessário instalar o pacote vue-loader, que permite o carregamento de arquivos .vue, que são arquivos que contêm código HTML, CSS e JavaScript em um único arquivo.

Além disso, é preciso configurar o webpack para incluir o carregador do Vue.js no arquivo de configuração do Webpack. Em seguida, é necessário criar um arquivo main.js que importe o Vue.js e os componentes que serão utilizados na aplicação. Dessa forma, ao executar o comando webpack ou webpack-dev-server, o Vue.js será compilado junto com a aplicação e poderá ser utilizado nos componentes da aplicação.

43.

Como forçar o Reload com VueJS?

Em geral, quando uma página é carregada em um navegador, os recursos são armazenados em cache para melhorar o desempenho e a velocidade de carregamento da página subsequente. Às vezes, no entanto, é necessário forçar o navegador a buscar os recursos novamente e recarregar a página. No VueJS, isso pode ser feito de várias maneiras:

  • Atualize a página manualmente: Essa é a maneira mais simples e direta de forçar um recarregamento. Basta clicar no botão de atualização do navegador ou pressionar F5.

  • Desativar o cache do navegador: Você também pode desativar o cache do navegador para forçar o recarregamento. No Google Chrome, por exemplo, isso pode ser feito abrindo o console do desenvolvedor, clicando com o botão direito do mouse no botão Atualizar e selecionando "Esvaziar cache e recarregar".

  • Usando a diretiva "key": A diretiva "key" permite que você defina uma chave única para um componente. Quando a chave é alterada, o componente é renderizado novamente e seus dados são atualizados. Você pode usar essa diretiva para forçar o recarregamento de um componente específico.

  • Usando o router do Vue: Se você estiver usando o router do Vue, poderá forçar o recarregamento de uma rota específica chamando o método "push" ou "replace" com o mesmo caminho da rota atual.

44.

Para que serve a directive once em Vue?

A diretiva v-once em Vue é usada para renderizar o elemento ou componente apenas uma vez e não ser atualizado posteriormente. Isso significa que, se o valor da propriedade de dados usada no elemento mudar, o elemento não será renderizado novamente.

Isso pode ser útil em situações em que você tem um componente que não precisa ser atualizado após a renderização inicial, economizando assim recursos de processamento e melhorando a performance da aplicação.

45.

Para que serve o renderError em Vue?

O renderError é um hook de ciclo de vida do Vue que pode ser usado para lidar com erros que ocorrem durante o renderização de componentes. Ele é chamado quando ocorre um erro durante a renderização de qualquer componente filho do componente pai que implementa o hook renderError.

O objetivo do renderError é fornecer uma maneira de lidar com erros que ocorrem durante a renderização sem afetar outros componentes e sem quebrar a renderização completa do aplicativo.

46.

O que é e para que serve o Vuex?

O Vuex é um padrão de gerenciamento de estado para aplicações Vue.js. Ele é projetado para ajudar a gerenciar a comunicação e as transições de estado em sua aplicação, fornecendo uma maneira previsível e centralizada para gerenciar o estado da aplicação.

O Vuex é inspirado no padrão Flux e implementa o conceito de armazenamento centralizado de estado. Ele consiste em quatro conceitos principais:

  • State: representa o estado centralizado da aplicação, que é mantido em um objeto no Vuex. Os componentes Vue.js podem acessar o estado por meio de propriedades calculadas.

  • Mutations: são funções que modificam o estado do Vuex de forma síncrona. As mutações são registradas, o que permite que o Vuex rastreie as mudanças no estado e facilite o debugging.

  • Actions: são funções assíncronas que podem chamar mutações. As actions permitem que você defina operações assíncronas ou que realizem várias mutações.

  • Getters: são funções que permitem que você obtenha valores computados do estado. Os getters são semelhantes às propriedades calculadas em componentes Vue.js, mas para o estado centralizado do Vuex.

47.

Quais são os principais components do padrão de gerenciamento de state?

Existem diferentes padrões de gerenciamento de estado no Vue.js, cada um com seus próprios componentes. No entanto, o padrão de gerenciamento de estado mais comum é o Vuex, que possui os seguintes componentes principais:

  • State: é o estado centralizado de sua aplicação, armazenado em uma única fonte de verdade.

  • Getters: são funções que permitem acessar e transformar o estado de sua aplicação.

  • Mutations: são funções que modificam o estado de sua aplicação de maneira síncrona.

  • Actions: são funções que executam operações assíncronas e podem chamar mutações para alterar o estado da aplicação.

  • Modules: são subconjuntos de estado, getters, mutações e actions que permitem dividir o estado da aplicação em partes menores e mais gerenciáveis.

48.

O que é o VueJS Loader?

O Vue Loader é um loader para o Webpack que permite usar o Vue.js com o sistema de módulos do JavaScript. Ele permite que você escreva componentes VueJS em um arquivo .vue único, que encapsula todo o HTML, CSS e JavaScript necessários para o componente.

O Vue Loader irá analisar esses arquivos e compilar o código em um pacote JavaScript único para ser utilizado pelo seu aplicativo. Ele também oferece suporte ao pré-processamento de estilos com Sass ou Less, além de permitir a utilização de pré-processadores para HTML. Com ele, o processo de desenvolvimento com VueJS se torna mais fácil e produtivo.

49.

Como configurar o VueJS Loader no webpack?

Para configurar o VueJS Loader no webpack, você precisará seguir os seguintes passos:

  1. Instale o VueJS Loader e o webpack usando o seguinte comando:
  2. Adicione as regras necessárias ao seu arquivo de configuração do webpack. Geralmente, o arquivo de configuração é denominado webpack.config.js. Adicione o seguinte código:

module.exports = { // outras configurações module: { rules: [ { test: /.vue$/, loader: 'vue-loader' }, // outras regras ] } }

  1. Adicione a opção resolve à sua configuração do webpack para que você possa usar arquivos .vue sem especificar a extensão do arquivo.
  2. Adicione o plugin VueLoaderPlugin à configuração do webpack.

50.

Os módulos CSS são suportados no Vuejs?

Sim, os módulos CSS são suportados no Vue.js. Eles permitem que você defina estilos específicos do componente sem se preocupar com conflitos de nomeação com outros componentes. Com eles é possível criar arquivos de estilo separados para cada componente e importá-los no componente, que o webpack irá tratar como módulos CSS. Para usar módulos CSS no Vue.js, basta definir a opção "module" como verdadeira na configuração do módulo CSS no webpack.

51.

O que é e para que serve o hot reloading no Vue loader?

O hot reloading é uma funcionalidade do Vue Loader que permite atualizar automaticamente a exibição da página em seu navegador enquanto você trabalha em seu código, sem precisar recarregar a página manualmente. Isso é possível graças ao uso de um servidor de desenvolvimento que monitora as mudanças em seus arquivos e recarrega automaticamente a página quando você salva as alterações.

Essa funcionalidade acelera o processo de desenvolvimento, pois você pode ver imediatamente as alterações que fez em seu código e verificar se elas funcionam como esperado. Além disso, o hot reloading é compatível com vários tipos de componentes, incluindo single-file components e componentes de classe.

52.

Como realizar testes utilizando VueJS?

Para realizar testes em VueJS, existem algumas ferramentas e técnicas disponíveis:

  • Vue Test Utils: é uma biblioteca oficial do Vue que oferece uma API para testes de unidade e de integração. É possível renderizar componentes, simular eventos e fazer asserções sobre o comportamento do componente. O Vue Test Utils funciona com qualquer ferramenta de teste de JavaScript, como Jest, Mocha e Chai.

  • Jest: é uma estrutura de teste de JavaScript mantida pelo Facebook, que se integra bem com o VueJS. O Jest é fácil de configurar e inclui recursos como asserções integradas, simulação de eventos e mock de módulos. Além disso, o Jest é executado em paralelo e oferece um relatório de cobertura de código integrado.

  • Cypress: é uma ferramenta de teste de ponta a ponta para aplicativos da web, que pode ser usada para testar aplicativos VueJS. O Cypress executa testes em um navegador real e inclui recursos como testes de regressão visual, simulação de interações do usuário e gravação de vídeo dos testes.

  • Storybook: é uma ferramenta de desenvolvimento que permite criar componentes VueJS em isolamento e testá-los em diferentes estados. O Storybook pode ajudar a garantir que os componentes funcionem corretamente e fornece uma documentação completa para os componentes.

  • Vue CLI: oferece suporte a testes unitários, testes de integração e testes E2E (ponta a ponta). O Vue CLI usa o Jest para testes unitários e de integração e o Cypress para testes E2E.

53.

Qual é o propósito da API hotUpdate da Vuex Store?

A API hotUpdate da Vuex Store é usada para permitir atualizações em tempo real de módulos de loja individuais sem ter que recarregar a página inteira. Isso é particularmente útil durante o desenvolvimento de aplicativos, pois permite que os desenvolvedores atualizem rapidamente a lógica de armazenamento sem perder o estado atual da aplicação.

54.

Para que serve o modo strict em Vuex? Ele pode ser usado no ambiente de produção?

O modo estrito, ou strict, no Vuex é uma opção que ajuda a identificar mutações de estado (state) feitas de forma não reativa, ou seja, que não passaram pelo sistema de rastreamento do Vue. Isso pode ajudar a detectar problemas e bugs no código de forma mais fácil e rápida.

Esse modo pode ser ativado configurando a opção strict no objeto da store. Quando ativado, o modo estrito emitirá um erro sempre que uma mutação de estado for feita fora de uma mutation handler, o que ajuda a identificar comportamentos indesejados no código.

Embora o modo estrito possa ser útil em ambientes de desenvolvimento, é recomendado desativá-lo em ambientes de produção, pois ele adiciona uma camada extra de verificação que pode afetar o desempenho do aplicativo. Isso pode ser feito definindo a opção strict como false ou removendo-a completamente da configuração da store.

55.

Como mudar o state em plugins?

Os plugins do Vue não possuem um estado (state) interno para ser alterado diretamente. Eles são projetados para fornecer funcionalidades adicionais ao Vue ou estender sua funcionalidade existente. No entanto, um plugin pode expor uma API que permite modificar seu comportamento. Para fazer isso, você pode adicionar opções ao objeto de configuração do plugin ou criar uma instância do plugin com configurações específicas.

56.

O que nextTick faz no VueJS?

O método nextTick é usado para agendar uma atualização de renderização na próxima iteração do ciclo de eventos do DOM. Isso permite que você execute algum código assíncrono (como atualizações de estado ou manipulação do DOM) e, em seguida, agende uma atualização de renderização na próxima iteração do ciclo de eventos para garantir que a interface do usuário reflita as alterações de estado mais recentes.

Além disso, ele retorna uma promessa que é resolvida assim que o Vue.js completa o processamento da fila de atualização de renderização e a interface do usuário é atualizada. Isso permite que você execute código após a atualização de renderização, garantindo que a interface do usuário esteja atualizada e pronta para usar.

57.

Como usar a Composition API no Vue?

Composition API é uma nova maneira de escrever componentes no Vue 3, que oferece uma alternativa à tradicional API Options, com a intenção de tornar a organização do código mais intuitiva e escalável.

Para usar a Composition API, primeiro é preciso importar o objeto createComponent do Vue. Em seguida, é possível definir um componente como uma função que retorna um objeto que contém todas as funções e variáveis que compõem o componente.

Na função setup, podemos definir todas as variáveis, funções e lógica para o componente. As variáveis e funções são retornadas em um objeto que pode ser usado no template do componente.

Além disso, a Composition API também permite que você agrupe lógica relacionada em "hooks" personalizados.

58.

Quais são os métodos de mutação e de não mutação de detecção mudanças de matriz em Vue?

Em Vue, existem dois tipos de métodos que podem ser usados para detectar mudanças em matrizes: métodos de mutação e métodos de não mutação.

Métodos de mutação são aqueles que modificam diretamente a matriz original. Por exemplo, push(), pop(), splice(), shift(), unshift() e sort(). Esses métodos alteram a matriz original e, portanto, podem ser detectados pelo sistema de detecção de mudanças do Vue.

Métodos de não mutação, por outro lado, não modificam a matriz original, mas retornam uma nova matriz com as alterações aplicadas. Esses métodos incluem concat(), slice() e filter(). Como eles retornam uma nova matriz, o Vue não pode detectar as mudanças automaticamente.

59.

Quais são as ressalvas da detecção de alterações de matriz e da detecção de alterações de objeto?

Existem algumas ressalvas a serem consideradas ao trabalhar com a detecção de alterações de matriz e a detecção de alterações de objeto em Vue:

Detecção de alterações de matriz:

  • Os métodos de mutação (por exemplo, push(), pop(), splice(), etc.) devem ser usados para atualizar a matriz para que as mudanças sejam detectadas pelo Vue.
  • A detecção de alterações de matriz não funciona para adicionar ou remover itens por índice, como myArray[2] = 'new value' ou delete myArray[2].
  • Se a matriz for extremamente grande, a detecção de alterações de matriz pode ser ineficiente.

Detecção de alterações de objeto:

  • Os métodos de mutação (por exemplo, Object.assign(), Vue.set(), etc.) devem ser usados para atualizar o objeto para que as mudanças sejam detectadas pelo Vue.
  • A detecção de alterações de objeto não funciona para adicionar ou remover propriedades de objeto diretamente, como myObject.newProperty = 'value' ou delete myObject.oldProperty.
  • A detecção de alterações de objeto pode ser ineficiente para objetos grandes e complexos.

Em geral, é recomendável evitar trabalhar com objetos e matrizes mutáveis sempre que possível, pois pode tornar o gerenciamento de estado mais difícil. Em vez disso, é melhor trabalhar com objetos e matrizes imutáveis, como os fornecidos pelas bibliotecas de utilitários como o lodash.

60.

Para que servem os modificadores de keys em Vue.js e como definir aliases de modificadores de keys personalizados?

Os modificadores de keys (tecla) em Vue são usados ​​para capturar eventos de teclado específicos em elementos DOM. Os modificadores de tecla são adicionados a diretivas de evento, como v-on, para capturar eventos de tecla específicos. Eles são úteis em cenários em que você deseja executar uma ação com base em uma tecla pressionada pelo usuário.

Aqui estão alguns exemplos de modificadores de tecla em Vue:

  • .enter: Captura o evento quando a tecla Enter é pressionada.
  • .tab: Captura o evento quando a tecla Tab é pressionada.
  • .delete: Captura o evento quando a tecla Delete é pressionada.
  • .esc: Captura o evento quando a tecla Esc é pressionada.

Você pode definir seus próprios modificadores de tecla personalizados usando a propriedade config.keyCodes.

61.

Quais são os modificadores de botão do mouse compatíveis em Vue.js?

Os modificadores de botão do mouse são usados em Vue.js para permitir a detecção de cliques de botão do mouse específicos em eventos de clique. Os modificadores de botão do mouse suportados em Vue.js são:

  • .left: detecta cliques no botão esquerdo do mouse.
  • .right: detecta cliques no botão direito do mouse.
  • .middle: detecta cliques no botão do meio do mouse.

Esses modificadores podem ser usados em conjunto com o modificador .exact para especificar que o evento de clique deve corresponder exatamente aos botões do mouse especificados.

62.

Quais são os métodos de ciclo de vida do VueJS?

Os métodos de ciclo de vida do VueJS são métodos que são chamados em determinados momentos durante o ciclo de vida de uma instância do Vue. São eles:

  1. beforeCreate: é chamado antes que a instância Vue seja criada. Neste estágio, ainda não há acesso ao objeto this ou aos dados da instância.

  2. created: é chamado após a instância Vue ser criada, mas antes de ser montada no DOM. Neste estágio, a instância já está disponível e os dados podem ser acessados.

  3. beforeMount: é chamado antes que a instância Vue seja montada no DOM.

  4. mounted: é chamado após a instância Vue ser montada no DOM. Neste estágio, a instância já está disponível e o DOM também.

  5. beforeUpdate: é chamado antes que a instância Vue seja atualizada, quando uma ou mais propriedades dos dados mudam.

  6. updated: é chamado após a instância Vue ser atualizada, quando uma ou mais propriedades dos dados mudam.

  7. activated: é chamado quando a instância Vue é ativada. Isso acontece quando um componente pai é ativado e tem um componente filho que usa 'keep-alive'.

  8. deactivated: é chamado quando a instância Vue é desativada. Isso acontece quando um componente pai é desativado e tem um componente filho que usa 'keep-alive'.

  9. beforeDestroy: é chamado antes que a instância Vue seja destruída. Neste estágio, a instância ainda está disponível e pode ser usada para realizar tarefas de limpeza.

  10. destroyed: é chamado após a instância Vue ser destruída. Neste estágio, a instância já foi removida do DOM e todos os recursos foram liberados.

  11. errorCaptured: é chamado quando um erro é lançado durante a renderização, na instância Vue ou em um de seus filhos.

Cansado de entrevistar candidatos em busca dos melhores desenvolvedores?

Contrate talentosos desenvolvedores pré-selecionados em 4 dias.

Contrate Agora

Conclusão

A lista de perguntas para entrevistas de emprego Vue.js acima é uma parte importante da sua preparação como desenvolvedor Vue.js em busca de uma vaga de trabalho online. Essas perguntas ajudarão você a responder questionamentos semelhantes ou até novos.

No entanto, não espere responder apenas perguntas técnicas em uma entrevista Vue.js. É possível que o recrutador também inclua perguntas sobre habilidades sociais e pessoais, sociais e de comunicação. Isso permite que o recrutador determine se o desenvolvedor Vue.js é capaz de lidar com situações difíceis enquanto colabora e ajuda seus colegas de trabalho. Como recrutador, encontrar alguém que se dê bem com o restante da equipe é fundamental.

Considerando que a Turing oferece empregos internacionais, certifique-se de que suas habilidades de comunicação em inglês estão em dia, já que você fará testes, entrevistas e trabalhará utilizando a língua inglesa diariamente.

Caso você seja um um recrutador procurando contratar desenvolvedores Vue.js talentosos, a Turing é uma ótima opção. Além disso, se você é um desenvolvedor Vue.js experiente que está procurando um trabalho remoto bem remunerado e numa empresa internacional, a Turing.com é um ótimo lugar para começar. Inscreva-se ainda hoje!

Contrate desenvolvedores Vue.js do nível do Vale do Silício por metade do custo

A Turing ajuda empresas a encontrarem os mais talentosos desenvolvedores Vue.js de todo o mundo em questão de dias. Expanda sua equipe de desenvolvimento com desenvolvedores Vue.js pré-selecionados apertando um só botão.

Dell logoPepsi logoReddit Logo
Contrate desenvolvedores

Contrate dentre os melhores 1% desenvolvedores do mundo

Contrate e gerencie desenvolvedores remotos

Nos conte as habilidades que você precisa e encontraremos o melhor desenvolvedor para você em alguns dias, não em semanas.

Contratar desenvolvedores