Hamburger_menu.svg

39 perguntas e respostas para entrevistas de emprego React Native em 2024

Se você quer ser um desenvolvedor de sucesso e está buscando vagas React Native numa empresa do Vale do Silício ou criar uma equipe de talentosos programadores React Native, você veio ao lugar certo. Reunimos cuidadosamente uma lista de perguntas e respostas para entrevistas de emprego React Native para te ajudar na sua entrevista React Native, oferecendo uma ideia de que tipo de perguntas e respostas você pode encontrar ou usar num processo de seleção.

Atualizado em Jul 21, 2024

React Native é um framework para aplicativos mobile baseado em JavaScript. Ele permite que programadores usem o React junto às plataformas mobile nativas para construir apps para iOS e Android. O principal benefício do React Native é que seu código pode ser escrito uma só vez e compartilhado tanto com as plataformas iOS quanto Android.

Seja você um candidato procurando ativamente por perguntas e respostas React Native para garantir vagas de trabalho online ou um recrutador em busca dos melhores desenvolvedores React Native, a lista a seguir vai te ajudar com aquilo que você precisa.

Perguntas e respostas para entrevistas React Native

1.

O que é e para que serve o React Native?

React Native é um framework, ou estrutura em tradução direta, de desenvolvimento de aplicativos mobile que permite criar aplicativos nativos para dispositivos móveis, usando a linguagem JavaScript. Ele foi criado pela equipe do Facebook e é uma extensão da biblioteca React que é usada para construir interfaces de usuário.

Ao contrário do React tradicional, que é usado para criar aplicativos da web, o React Native é projetado para criar aplicativos mobile nativos para iOS e Android. Ele permite que os desenvolvedores usem o mesmo código para criar aplicativos para várias plataformas, reduzindo assim o tempo e o custo de desenvolvimento.

2.

Quais as vantagens do React Native?

Algumas das principais vantagens do React Native incluem:

  1. Desenvolvimento de aplicativos mobile e multiplataforma: React Native permite o desenvolvimento de aplicativos para iOS e Android com uma única base de código. Isso economiza tempo e esforço, pois os desenvolvedores não precisam escrever e manter duas versões separadas do aplicativo para cada plataforma.
  2. Alta performance: React Native utiliza uma arquitetura que torna os aplicativos altamente responsivos e ágeis. Isso é possível devido ao uso de uma camada nativa para renderizar os componentes de interface do usuário. Além disso, a plataforma é capaz de atualizar a interface do usuário sem a necessidade de reiniciar o aplicativo.
  3. Reutilização de código: O React Native permite aos desenvolvedores reutilizar o código para aplicativos web e mobile. Isso permite economia de tempo e esforço em termos de desenvolvimento, teste e manutenção.
  4. Comunidade ativa: O React Native tem uma comunidade de desenvolvedores ativa e em rápido crescimento que oferece suporte e orientação para outros desenvolvedores. A comunidade também fornece um grande número de bibliotecas e ferramentas para o desenvolvimento de aplicativos.
  5. Fácil integração com aplicativos existentes: O React Native é compatível com aplicativos existentes e pode ser facilmente integrado a aplicativos nativos. Isso é possível porque o React Native é uma tecnologia baseada em JavaScript, que pode ser executada em múltiplas plataformas.

3.

Qual a diferença entre o React Native e o ReactJS?

Essa é uma das perguntas de entrevista React Native mais comuns. O Facebook criou o framework React Native para atender à crescente demanda na área de desenvolvimento de aplicativos mobile. Ele é gratuito, de código aberto e construído sobre JavaScript. Além disso, o Facebook também desenvolveu o ReactJS, que é uma biblioteca JavaScript de código aberto usada na criação de aplicativos web e mobile, com interfaces de usuário responsivas.

Agora, vamos olhar para algumas das principais diferenças entre eles:

  • Tanto React Native quanto ReactJS usam JSX, mas só o ReactJS usa tags HTML;
  • ReactJS usa um react-router, mas o React Native tem seu próprio módulo de navegação incorporado;
  • ReactJS conta com animações CSS. Sua API de animações é usada pelo React Native;
  • ReactJS usa um DOM virtual que dá refresh apenas parcialmente. Na hora de renderizar componentes de UI, o React Native precisa usar sua API nativa;
  • ReactJS é primariamente usado para o desenvolvimento web, já o React Native é usado principalmente para o desenvolvimento mobile.

4.

O que são componentes em React?

Um componente é uma peça de construção no React. Posto de outra maneira, toda aplicação que você criar com React será composta a partir de diversas peças, e cada uma delas é um componente. Componentes fazem com que seja muito mais fácil criar interfaces de usuário. Você pode ver a UI subdividida em vários componentes individuais e trabalhar em cada um deles de maneira independente antes de combinar todos sob um componente maior, que será a sua UI final.

Existem dois tipos de componentes:

  • Componentes Funcionais: Funções JavaScript são usadas para criar componentes funcionais. Ao escrever uma função JavaScript, você pode criar um componente funcional no React.
  • Componentes de Classe: Esses são componentes um pouco mais complicados do que os funcionais. Enquanto os componentes funcionais não sabem nada sobre os outros componentes no seu programa, os componentes de classe são aqueles capazes de colaborar entre si. Ou seja, dados podem ser passados de um componente de classe para outro.

5.

O que é Redux e quando você deve usá-lo?

Essa é outra pergunta de entrevista React Native bastante popular. Redux é uma ferramenta de gerenciamento de estado para aplicações JavaScript. Ele permite que você desenvolva aplicativos consistentes, que se adaptam a diversas situações e que são fáceis de testar.

Nem todo aplicativo vai precisar do Redux. Ele serve para te ajudar a determinar quando o estado da sua aplicação muda. Aqui vão alguns exemplos de quando é interessante usar o Redux, segundo a documentação oficial da ferramenta:

  • Se o status do seu app muda frequentemente;
  • Quando você tem vários estados de aplicativo e eles são usados em vários locais diferentes do app;
  • Nos casos em que a lógica para atualizar o estado do seu programa é complexa;
  • Caso você queira ter acesso a um histórico de mudanças de estado do seu app;
  • Quando a codebase do seu app é de médio ou grande porte e diversas pessoas trabalham nela.

6.

Como funciona o Virtual DOM?

O Virtual DOM em React Native é uma duplicação do DOM real. Ele é uma árvore de nós que mostra atribuições, conteúdos e propriedades dos elementos. O Virtual DOM irá re-renderizar a UI se os dados subjacentes mudarem. As discrepâncias entre outras representações DOM e as representações Virtual DOM serão, então, contabilizadas e o DOM real será atualizado.

7.

Como estilizar um componente React Native?

Todos os principais componentes React aceitam um prop de estilo. Esse prop pode ser pura e simplesmente um objeto JavaScript. Você também pode usar uma coleção com diferentes estilos.

Se os seus componentes são complexos, o melhor é usar StyleSheet.create para construir diversos estilos em um só lugar.

8.

O que são Higher-Order Components (HOC), também conhecidos como Componentes de Ordem Superior?

Higher-Order Componentes são funções puras que recebem inputs e mandam outputs com novos inputs. Sua principal função é condensar e reutilizar uma lógica de estado para diversos componentes. Os Componentes de Ordem Superior (HOC) são considerados uma técnica avançada de React Native e não estão incluídos na React API. Em vez disso, eles são como padrões que aparecem na própria estrutura composta do React.

9.

Como otimizar uma aplicação?

Essa pergunta de entrevista React Native é muito comum e abre espaço para diversas possibilidades de resposta, já que não existe só uma maneira de se otimizar um aplicativo. Vamos dar uma olhada em algumas possibilidades:

  • Em vez de simplesmente salvar dados JSON brutos, comprimi-los ou convertê-los;
  • Reduzir o tamanho dos arquivos APK para arquiteturas de CPU;
  • Otimizar o número de operações de estado e bibliotecas nativas;
  • Usar características chave em itens de lista;
  • Comprimir imagens e outros componentes gráficos;
  • Usar Proguard para reduzir o tamanho do app ao remover partes do seu bytecode e dependências.

10.

Quais são as diferentes threads no React Native?

Atualmente, o React Native usa três tipos diferentes de threads:

  • MAIN/UI Thread: Essa é a thread principal da sua aplicação e a partir da qual o seu app Android ou iOS funciona. A main thread, ou thread principal, tem acesso à UI do app e é capaz de atualizá-la.
  • Shadow Thread: Essa é uma thread que funciona no background e é capaz de calcular os layouts construídos com o React framework em React Native.
  • JavaScript Thread: Essa thread executa o principal código JavaScript.

11.

Descreva os Timers em aplicativos React Native.

Timers são um componente essencial de qualquer programa e o React Native implementa browser timers.

  • set.Timeout e clearTimeout: Podem haver requisitos comerciais que executem uma parte específica do código após um determinado tempo ou delay. Nessas circunstâncias você pode usar o setTimeout. Já o clearTimeout simplesmente limpa o timer que havia sido estabelecido.
  • clearInterval, setInterval: setInterval é um método que invoca uma função ou executa um código em intervalos de tempo definidos, como especificado pelo segundo parâmetro. Uma função ou bloco de código vinculado a um intervalo é executado até ser interrompido. O método clearInterval() pode ser usado para encerrar um intervalo.
  • setImmediate, clearImmediate: A função ou execução é chamada assim que possível. clearImmediate é usada para cancelar as ações imediatas definidas por setImmediate().
  • cancelAnimationFrame, requestAnimationFrame: Essa é a abordagem mais comum para criar animações. Uma função é chamada para atualizar uma animação antes do próximo frame de animação.

12.

React Native é realmente nativo?

O React Native não é totalmente nativo, mas é um framework para criar aplicativos mobile cross-platform usando JavaScript e React. Ele permite aos desenvolvedores escrever código uma vez e executá-lo em várias plataformas, como iOS e Android, sem a necessidade de codebases separadas.

O React Native utiliza componentes nativos internamente e os renderiza através de uma ponte JavaScript, o que significa que a interface do usuário é composta de elementos de UI nativos. Isso resulta em um desempenho mais próximo dos aplicativos nativos em comparação com os aplicativos mobile híbridos criados usando tecnologias web como HTML, CSS e JavaScript.

No entanto, como o React Native não é totalmente nativo, pode haver algumas limitações e diferenças de desempenho, aparência e sensação em comparação com aplicativos desenvolvidos usando linguagens e ferramentas puramente nativas, como Swift/Objective-C para iOS ou Kotlin/Java para Android. Em alguns casos, os desenvolvedores podem precisar escrever código específico para cada plataforma ou usar módulos nativos para acessar certos recursos do dispositivo ou alcançar o desempenho desejado.

13.

O React Native compila seu código para Android e iOS?

Não exatamente. O React Native usa uma abordagem de "compilação sob demanda" que permite que o código JavaScript seja executado em tempo de execução e transformado em elementos de interface nativos no Android ou iOS. Isso significa que o código JavaScript é interpretado em tempo real e convertido em elementos de interface nativos, o que pode levar a um desempenho inferior em comparação com o código nativo. No entanto, o React Native também fornece a opção de compilar o código para uma versão estática, o que pode melhorar significativamente o desempenho da aplicação.

14.

Qual a diferença entre React Native e Xamarim?

Ambas são plataformas para desenvolvimento mobile, a principal diferença entre React Native e Xamarin é a linguagem de programação usada. React Native é baseado em JavaScript e Xamarin é baseado em C#. Ambos permitem que os desenvolvedores criem aplicativos mobile para múltiplas plataformas, mas cada um tem suas próprias vantagens e desvantagens.

15.

Qual a diferença entre React Native e PhoneGap?

Também se trata de duas plataformas de desenvolvimento mobile, mas enquanto o React Native é uma tecnologia que permite criar aplicativos mobile nativos com componentes em JavaScript, o PhoneGap é uma plataforma híbrida que permite criar aplicativos usando HTML, CSS e JavaScript que são executados dentro de um container nativo.

16.

Qual a diferença entre React Native e Cordova?

O React Native tem um desempenho melhor e oferece uma aparência mais nativa do que o Cordova, mas requer conhecimentos em JavaScript e tem uma curva de aprendizado um pouco maior. O Cordova é mais flexível em termos de linguagem de programação e é mais fácil de aprender, mas pode não ter o mesmo desempenho e aparência nativa.

17.

Qual a principal diferença entre React Native e outras plataformas de desenvolvimento mobile?

A principal diferença entre React Native e outras plataformas de desenvolvimento mobile é que React Native permite criar aplicativos mobile com uma única base de código que pode ser executada em várias plataformas, incluindo Android e iOS. Isso é possível porque o React Native usa uma abordagem de desenvolvimento híbrido, combinando elementos de desenvolvimento nativo e web.

Em comparação com outras plataformas de desenvolvimento híbridas, como PhoneGap e Cordova, o React Native é geralmente considerado mais rápido e eficiente, pois utiliza componentes nativos em vez de HTML e CSS para renderização. Além disso, ele permite que desenvolvedores criem aplicativos mais complexos e personalizados, com melhor desempenho e mais recursos nativos, como câmera, geolocalização e notificações push, dentre outros.

18.

Qual é a diferença entre ScrollView e FlatList no React Native?

Tanto ScrollView quanto FlatList são componentes do React Native que permitem a criação de listas com rolagem. No entanto, eles diferem em como gerenciam a renderização de elementos na lista. O ScrollView renderiza todos os elementos da lista de uma só vez, independentemente do tamanho da lista ou do número de elementos. Já o FlatList usa renderização sob demanda para exibir apenas os elementos visíveis na tela do usuário.

19.

Como implementar redes em React Native?

Na hora de implementar uma rede, ou network,em React Native, existem várias bibliotecas disponíveis para lidar com requisições HTTP, WebSocket e outras comunicações em rede. Alguns exemplos de bibliotecas são Axios, fetch, Socket.IO e Firebase.

Para usar essas bibliotecas, você deve instalá-las com o gerenciador de pacotes do Node.js (npm ou yarn). Depois é só importar as bibliotecas em seu código e usá-las para suas requisições de network.

20.

O que é AsyncStorage no React Native?

AsyncStorage é um sistema de armazenamento de chave-valor assíncrono que permite que os aplicativos armazenem dados persistentes de forma local no dispositivo do usuário em React Native. Ele permite que os aplicativos armazenem pequenos valores de dados, como preferências do usuário, dados de login, etc.

O AsyncStorage é uma API nativa do React Native, fácil de usar e com uma sintaxe semelhante a uma API de armazenamento em cache do navegador. Para utilizá-lo em seu aplicativo React Native, você vai precisar importá-lo, para então poder armazenar e recuperar dados nele.

21.

Como realizar debug em aplicativos React Native?

Realizar o debug, ou depuração, é uma das tarefas mais importantes para um desenvolvedor de software, então pode ser que você se depare com uma pergunta de entrevista React Native como essa.

Para realizar o debug de aplicativos React Native, existem algumas opções. Uma das mais utilizadas é o React Native Debugger, uma aplicação desktop que permite visualizar as informações do aplicativo, como a hierarquia de componentes, as propriedades dos componentes, as chamadas de rede e muito mais.

Outra opção é usar o console.log() no código do aplicativo para exibir informações e depurar problemas.

Também é possível utilizar a ferramenta de desenvolvedor do dispositivo (por exemplo, o Android Studio para dispositivos Android ou o Xcode para dispositivos iOS) para depurar o aplicativo.

Além disso, o React Native oferece uma ferramenta de hot reloading, que permite atualizar automaticamente a visualização do aplicativo sempre que houver uma alteração no código. Isso ajuda a acelerar o processo de desenvolvimento e a visualizar as alterações em tempo real.

22.

Qual a diferença entre aplicativos nativos e aplicativos híbridos?

A principal diferença entre aplicativos nativos e aplicativos híbridos é a abordagem de desenvolvimento e a experiência do usuário. Aplicativos nativos são desenvolvidos para uma plataforma específica, oferecendo um alto desempenho e uma experiência do usuário mais responsiva, enquanto aplicativos híbridos são desenvolvidos uma vez e implantados em várias plataformas, mas podem ter uma funcionalidade e desempenho limitados e uma experiência do usuário menos responsiva.

23.

Para que serve o Flexbox no React Native?

O Flexbox é uma tecnologia de layout que permite criar designs responsivos em aplicativos mobile desenvolvidos com React Native. Ele é usado para posicionar e alinhar elementos na tela de maneira flexível, independentemente do tamanho ou orientação do dispositivo, além de permitir que a aplicação se adapte automaticamente às mudanças no tamanho e orientação da tela do usuário. Assim, ele é uma ferramenta que melhora a usabilidade da aplicação e a experiência do usuário em diferentes dispositivos.

24.

Como importar componentes no React Native?

Para importar componentes no React Native, é necessário usar a instrução import. A sintaxe geral para importar um componente é:

import Componente from './Caminho/Do/Arquivo';

25.

Quais linguagens de programação são compatíveis com React Native?

A principal linguagem de programação usada em React Native é o JavaScript. Além disso, React Native também suporta TypeScript, uma linguagem baseada em JavaScript que adiciona tipagem estática opcional e outros recursos avançados.

26.

Qual é a engine que o React Native utiliza?

O React Native utiliza a engine JavaScriptCore, que é uma engine JavaScript open source desenvolvida pela Apple e incorporada ao iOS. Ele também pode usar a engine V8 do Google em dispositivos Android.

27.

Como o código React Native é processado para exibir o resultado final na tela?

O código React Native é processado por um mecanismo chamado "bridge", que atua como uma ponte de comunicação entre a camada de JavaScript e a camada nativa de cada plataforma. Quando o aplicativo é executado, o código JavaScript é interpretado por uma engine JavaScript embutida no aplicativo, que então envia mensagens de instruções para a bridge. Em seguida, a bridge traduz essas mensagens para a linguagem nativa apropriada (Java para Android ou Objective-C/Swift para iOS) para renderizar a interface do usuário. À medida que o usuário interage com o aplicativo, a bridge envia eventos de volta para a camada de JavaScript para lidar com eles, estabelecendo a comunicação entre as duas pontas.

28.

Para que serve fabric no React Native?

Fabric é uma arquitetura de renderização de componentes do React Native, introduzida na versão 0.62. Ela foi projetada para substituir a arquitetura anterior de renderização de componentes, conhecida como "Bridge", que às vezes pode causar atrasos na interação do usuário em dispositivos móveis com recursos limitados.

O objetivo principal do Fabric é melhorar o desempenho e a responsividade do aplicativo, permitindo que os componentes sejam renderizados de forma mais rápida e eficiente. Além disso, ele permite que o React Native seja mais escalável e mais fácil de manter a longo prazo. Isso é alcançado através da introdução de uma série de melhorias de baixo nível, como a separação dos processos de renderização do thread principal do aplicativo e a melhoria da manipulação de layout e eventos.

29.

Para que serve o TextInput no React Native?

O TextInput é um componente do React Native que é usado para coletar informações digitadas pelo usuário, como uma entrada de texto. É semelhante a uma tag de entrada HTML e permite que os usuários insiram texto em um campo de entrada e, em seguida, enviem-no para o aplicativo. O TextInput suporta várias propriedades que podem ser usadas para personalizar seu comportamento, como limitar o comprimento máximo do texto, definir o tipo de teclado, adicionar um placeholder, etc, e é amplamente utilizado em formulários de entrada de texto, páginas de login e outras áreas do aplicativo que exigem entrada de texto pelo usuário.

30.

Como você pode otimizar o desempenho das imagens no React Native?

O desempenho das imagens em aplicativos React Native pode ser otimizado de várias maneiras, incluindo:

  • Redimensionamento e compressão: é importante dimensionar e comprimir as imagens para que sejam carregadas mais rapidamente. O React Native fornece a propriedade resizeMode para ajustar o tamanho das imagens.
  • Cache: o React Native tem um cache automático de imagens que reduz o tempo de carregamento da imagem, mesmo que ela já tenha sido carregada anteriormente. O cache pode ser controlado usando a propriedade cache das imagens.
  • Lazy loading: é uma técnica que permite carregar imagens somente quando elas estão visíveis na tela. Isso ajuda a reduzir o tempo de carregamento inicial do aplicativo.
  • WebP: o formato WebP é um formato de imagem desenvolvido pelo Google que fornece um tamanho de arquivo menor sem perda de qualidade em comparação com outros formatos de imagem comuns.
  • Tamanho da imagem: as imagens devem ter um tamanho ideal para o dispositivo e a resolução usados. Imagens com tamanho excessivo podem afetar negativamente o desempenho do aplicativo.

31.

Como você cria um botão básico no React Native?

Para criar um botão básico no React Native, você pode usar o componente TouchableOpacity e o componente Text, ambos disponíveis na biblioteca padrão do React Native.

O componente TouchableOpacity é um wrapper que faz com que qualquer elemento dentro dele seja clicável. O componente Text é usado para exibir texto na tela.

32.

Como você garante que as animações sejam executadas sem problemas em aplicativos React Native?

Para garantir que as animações sejam executadas sem problemas em aplicativos React Native, é importante seguir algumas práticas recomendadas, como:

  • Use a API nativa para obter melhor desempenho e animações mais suaves, em vez de usar bibliotecas de terceiros.
  • Evite atualizações de estado excessivas pois isso pode fazer com que o aplicativo fique lento e as animações pareçam instáveis.
  • Use o shouldComponentUpdate para otimizar a atualização de componentes e garantir que apenas os componentes relevantes sejam atualizados.
  • Use o layout nativo já que o React Native oferece suporte a ele. Através do layout nativo você pode garantir que os componentes sejam posicionados e dimensionados corretamente.
  • Evite animações complexas já que elas podem sobrecarregar o dispositivo e prejudicar a experiência do usuário. Em vez disso, use animações mais simples e sutis.
  • Teste em dispositivos reais para garantir que as animações sejam executadas sem problemas. É importante realizar diversos testes em vários dispositivos diferentes, já que isso pode ajudar a identificar problemas de desempenho e garantir que o aplicativo funcione corretamente em todos os dispositivos.

33.

Quais são os principais problemas de desempenho no React Native e como consertá-los?

Existem alguns problemas de desempenho comuns no React Native e algumas maneiras de corrigi-los:

  • Redenrização desnecessária: A renderização desnecessária é uma das principais causas de baixo desempenho em aplicativos React Native. Isso ocorre quando os componentes são renderizados novamente sem a necessidade real. Para corrigir isso, você pode usar o método shouldComponentUpdate() ou o React.memo() para impedir a renderização desnecessária.
  • Má utilização do state: O uso inadequado do estado pode levar a desempenho ruim no React Native. Se você armazenar muitos dados no estado ou atualizá-lo com muita frequência, o aplicativo pode ficar lento. Para corrigir isso, é importante usar o estado com sabedoria, armazenando apenas o que é necessário.
  • Requisições de rede: Requisições de rede excessivas podem afetar o desempenho do aplicativo. Você pode minimizar o número de chamadas de rede usando cache e combinando várias chamadas em uma única chamada.
  • Animações pesadas: As animações podem afetar significativamente o desempenho do aplicativo se forem muito pesadas. Para corrigir isso, você pode usar o Animated API do React Native para animações mais leves e suaves.
  • Bibliotecas de terceiros: Bibliotecas de terceiros podem adicionar recursos úteis ao seu aplicativo, mas também podem afetar negativamente o desempenho. É importante usar bibliotecas de terceiros com cuidado e verificar se elas são compatíveis com as versões mais recentes do React Native.
  • Teste e otimização: A realização de testes e otimização do aplicativo pode ajudar a identificar e corrigir problemas de desempenho. Isso pode incluir o uso de ferramentas de profiling, como o Reactotron, para identificar gargalos de desempenho e otimizar o código do aplicativo.

34.

Quais são os components usados ​​em um aplicativo React Native?

Um componente (component) é um bloco de construção fundamental no React. Em outras palavras, cada aplicativo que você cria em React será composto por peças conhecidas como componentes. Os componentes tornam muito mais fácil criar interfaces de usuário. Você pode ver uma IU dividida em vários componentes individuais e trabalhar neles independentemente antes de combiná-los em um componente pai, que será sua IU final.

Existem dois tipos de componentes:

  • Componentes funcionais: funções JavaScript são usadas para criar componentes funcionais. Escrevendo uma função JavaScript, podemos criar um componente funcional no React.
  • Componentes de classe: os componentes de classe são um pouco mais complicados do que os componentes funcionais. Os componentes funcionais em seu programa não têm conhecimento dos outros componentes em seu programa, enquanto os componentes de classe podem colaborar. Os dados podem ser passados de um componente de classe para outro.

35.

O que é Props Drilling e como evitá-lo?

Esta é uma pergunta comum na entrevista React Native. Props Drilling (threading) é um termo que se refere ao processo de passar dados do componente pai para o componente filho idêntico, ou seja, são passadas por uma hierarquia de componentes para chegar a um componente específico que precisa delas. Isso pode tornar o código mais difícil de ler e manter.

Para evitar o props drilling e manter o código mais organizado e fácil de manter, existem algumas técnicas que podem ser usadas:

  • Use o Context API do React para passar dados de um componente para outro sem precisar passar pelas props em todos os componentes intermediários. Isso ajuda a reduzir a complexidade do código e torna mais fácil compartilhar dados em toda a aplicação.
  • Utilize bibliotecas como o Redux ou MobX, que fornecem um estado global para a aplicação, permitindo que os componentes acessem diretamente os dados de que precisam.
  • Crie componentes de ordem superior (HOCs) que envolvem os componentes que precisam de props específicas. Esses HOCs podem fornecer as props necessárias, sem a necessidade de passá-las por toda a hierarquia de componentes.

36.

Para que servem os timers em um aplicativo React Native?

Os timers (temporizadores) são um componente essencial de qualquer programa e o React Native implementa os temporizadores do navegador.

  • setTimeout e clearTimeout: Pode haver requisitos de negócios para executar uma parte específica do código após um período de tempo especificado ou após um atraso. Em tais circunstâncias, setTimeout pode ser usado, enquanto clearTimeout apenas limpa o cronômetro que foi estabelecido.
  • clearInterval, setInterval setInterval: É um método que chama uma função ou executa código em intervalos de tempo definidos, conforme fornecido pelo segundo parâmetro. Uma função ou bloco de código vinculado a um intervalo é executado até ser encerrado. O método clearInterval() pode ser usado para encerrar um intervalo.
  • setImmediate, clearImmediate: A função ou execução é chamada assim que possível. clearImmediate é usado para cancelar as ações imediatas definidas por setImmediate().
  • cancelAnimationFrame, requestAnimationFrame: É a abordagem mais comum para criar animações. Uma função é chamada para atualizar uma animação antes do próximo quadro de animação.

37.

Quais são as diferenças entre o Flexbox no navegador e no React Native?

O Flexbox no navegador e no React Native são bastante semelhantes, mas existem algumas diferenças importantes que os desenvolvedores devem estar cientes:

  • Direção padrão do fluxo: A direção padrão do fluxo no React Native é coluna (column) em vez de linha (row) no navegador. Isso significa que, por padrão, os elementos são empilhados verticalmente em vez de horizontalmente.
  • Flex-wrap: A propriedade flex-wrap é definida como wrap por padrão no React Native, enquanto no navegador, ela é definida como nowrap. Isso significa que os elementos em uma linha podem ser quebrados em várias linhas no React Native, se necessário.
  • Align-items: A propriedade align-items é definida como stretch por padrão no React Native, enquanto no navegador, ela é definida como baseline. Isso significa que, por padrão, os elementos são esticados verticalmente para preencher todo o espaço disponível.
  • Valores padrão de flex: As propriedades flex-grow, flex-shrink e flex-basis têm valores padrão diferentes no navegador e no React Native. No navegador, o valor padrão de flex-grow é 0, o valor padrão de flex-shrink é 1 e o valor padrão de flex-basis é auto. No React Native, o valor padrão de flex-grow é 0, o valor padrão de flex-shrink é 0 e o valor padrão de flex-basis é auto.
  • Espaçamento automático: O React Native não suporta a propriedade justify-content: space-between, o que significa que o espaçamento automático entre os elementos não é suportado. No entanto, os desenvolvedores podem usar outras técnicas, como adicionar margens ou preencher elementos com espaços em branco, para criar espaçamento entre os elementos.

38.

Como utilizar vector icons no React Native?

Para utilizar vector icons no React Native, você precisa seguir os seguintes passos:

  • Instalar a biblioteca de ícones que deseja usar, por exemplo, a biblioteca react-native-vector-icons. Você pode instalar utilizando o npm ou o yarn: npm install --save react-native-vector-icons
  • Após a instalação, linkar a biblioteca executando o seguinte comando: react-native link react-native-vector-icons
  • Importar o ícone desejado na sua aplicação: import Icon from 'react-native-vector-icons/FontAwesome';
  • Utilizar o componente Icon passando o nome do ícone e o tamanho desejado: <Icon name="star" size={30} color="#900" />
  • Pronto! O ícone deverá ser exibido corretamente na sua aplicação.

Lembre-se de verificar a documentação da biblioteca que está utilizando para obter mais informações sobre as opções de ícones disponíveis e como utilizá-las corretamente.

Cansado de entrevistar candidatos em busca dos melhores desenvolvedores?

Contrate talentosos desenvolvedores pré-selecionados em 4 dias.

Contrate Agora

Conclusão

Essa lista de perguntas e respostas para entrevistas de emprego React Native poderá te ajudar a se preparar para entrevistas de React Native. Elas te ajudarão a responder ou elaborar perguntas semelhantes nos seus processos seletivos. No entanto, é importante lembrar que uma entrevista sobre React Native não conta apenas com perguntas técnicas. Uma entrevista React Native também pode incluir perguntas sobre as habilidades sociais e pessoais do candidato, o que permite que o recrutador determine se o indivíduo consegue lidar bem com situações difíceis e ajudar seus colegas. Como recrutador, encontrar alguém que se dê bem com o resto da equipe é fundamental.

Se você é um recrutador que procura pelos melhores desenvolvedores React Native, você pode contar com a ajuda da Turing. Já se você é um desenvolvedor React Native experiente que está procurando por novas oportunidades de trabalho online, a Turing é um ótimo lugar para construir uma carreira internacional.

Por fim, vale lembrar que embora o conteúdo acima tenha sido criado em português, todas as entrevistas, testes e vagas de empregos aqui na Turing são baseadas no inglês.

Contrate desenvolvedores React Native do nível do Vale do Silício por metade do custo

A Turing ajuda empresas a encontrarem os mais talentosos desenvolvedores React Native de todo o mundo em questão de dias. Expanda sua equipe de desenvolvimento com desenvolvedores React Native pré-selecionados apertando um só botão.

Contrate desenvolvedores

Contrate desenvolvedores React Native do nível do Vale do Silício por metade do custo

Contrate e gerencie desenvolvedores remotos

Nos conte as habilidades que você precisa e encontraremos o melhor desenvolvedor para você em alguns dias, não em semanas.